Normal

Normal

 Você já jogou uma casca de banana pela janela do carro e fez isso pensando que ela é biodegradável? Normal.

Você já jogou um chicletes na rua fingindo não achar uma lata de lixo por perto? Normal.

Você já entrou no elevador e apertou para subir, sabendo que há poucos centímetros de você, do lado de fora, alguém estava quase chegando na porta e uma sutil sensação de felicidade tomou conta do seu corpo? Freud explica. Normal.

Você num determinado dia, querendo comer uma gema de ovo molinha deixou que ela se esparramasse todinha no óleo? Normal.

Você já ofereceu um pedaço de chocolate para alguém torcendo no fundo para ela não aceitar? Normal.

Você já contou pequenas mentiras como se fossem grandes verdades? Normal.

Você já foi no banheiro fazer xixi e ficou com preguiça de lavar bem as mãos? Normal.

Você já esqueceu o nome de um conhecido que te chama sempre, sempre, pelo nome e toda vez que se encontra com ele sente uma pequena aflição? Normal.

Você num restaurante de comida a kilo, já teve vontade de empurrar aquele cara que parece catar ervilhas selecionando as mais verdes? Normal.

Você já acordou de manhã com o despertador e imaginou que cinco minutos serão tempo demais para cochilar mais um pouco? Normal.

Você já deu um bom dia tão sonoro e agradável que até mesmo você se surpreendeu? Nada normal, saiu natural!

Você já jogou comida no lixo como se fosse a última vez? Normal.

Você já bebeu água da garrafinha da geladeira e mesmo esvaziando-a, não a encheu? Normal.

Você já enfiou o seu carro na frente de outro e ainda fez sinal como se estivesse pedindo? Normal.

Você quando digitou sua senha perto de alguém teve a nítida sensação de que a pessoa viu e possivelmente irá utilizá-la? Normal.

Você, no dia do seu aniversário, se sente diferente? Normal.

Você já foi a uma missa, rezando para ela acabar, mesmo antes de começar? Normal.

Eduardo Augusto

23/10/11.  

Anúncios

3 Comentários on “Normal”

  1. Roberta de Souza disse:

    Ótimo Edu!!! Nem preciso falar do chocolate né!!! rsrsr Todo mundo ja fez tudo isso, mesmo dizendo que não. Adorei!!!

    • Henriette Mourão disse:

      “Você já contou pequenas mentiras como se fossem grandes verdades?”… Vixe!! Tem aquelas que são pequenas e levinhas… Daquelas que até podem ser ‘necessárias’… Necessárias? Mas tem aquelas pequenas no tamanho, mas ainda assim, pesadinhas… fazem estrago… Vixe!…
      Abraço pra vc, Edu!

  2. Jordana disse:

    Ótimo texto, parabéns!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s