Verdade Interior

Os 64 hexagramas do I Ching.

Num certo sentido, toda pessoa é uma pessoa difícil, principalmente para aqueles que estão próximos. Existe uma palavrinha bem diferente que fala disso: idiossincrasia, ou seja, o modo particular de ser de cada um. Mas, sabemos também que algumas pessoas são mais difíceis que outras. Bem mais. Não nos dão ouvidos, não aceitam conselhos de espécie alguma e agem da maneira que acham correta. Como então levar nossa verdade a essas pessoas? Segundo, um antigo livro de sabedoria chinesa, o I Ching, é preciso ter um coração livre de preconceitos e, mais do que isso, possuir preparo e firmeza interior. Algo que se conquista após longos anos de trabalho sobre si mesmo, assim, a verdade interior chegará a um grande desenvolvimento. Segundo esse oráculo existe também um modo correto de abordá-las que não deve se confundir com uma simples intimidade. É preciso como que estabelecer uma aliança, um contato mais verdadeiro com o outro, conversar, falar com suavidade; existe uma hora para tudo.

Outra palavra é empatia. Saber se colocar no lugar do outro, ter um olhar, alcançá-lo, porque se deseja estar unido a ele para confortá-lo e se necessário, até mesmo salvá-lo de suas próprias incompreensões e erros. Para levar essa verdade interior que conforta e liberta, é preciso usar bem as palavras. Elas são o resultado do que se traz dentro do coração. Outra coisa é não deixar que seu próprio equilíbrio dependa do outro, pois se ele estiver no outro, pode ser que uma hora você esteja no céu, em outra, num lugar nada confortável.

Para auxiliar pessoas difíceis é preciso também humildade. Nem sempre é o momento de falar, às vezes é preciso calar. A humildade ensina também o valor do outro. Mesmo que ele seja difícil, suas qualidades lá estão à espera de um dia desabrocharem. Humildade, sublime virtude, para se deixar iluminar em busca de uma orientação mais alta, em busca da palavra certa, do gesto que será abrigo seguro para o nosso próximo. Humildade que evita partidarismos, porque está ao lado da verdade. O mundo carece desses líderes capazes de a tudo interligarem com a força de sua personalidade e que não confiam somente em palavras.

Para lidar com pessoas difíceis é preciso estar em paz, com o coração alegre e dizer o que precisa ser dito com suavidade. Constante suavidade, elo de uma ligação com o outro. Assim se poderá chegar a influenciá-lo. Quem sabe mudar o mundo.

Eduardo Augusto

22/09/11

22:55

Dedico esse texto aos sábios chineses que compuseram o livro das mutações.

Anúncios

6 Comentários on “Verdade Interior”

  1. KATIA MESSIAS disse:

    Adorei este texto Edu, e você nem avisou, rs, profundo e verdadeiro. Abraço, Kátia

  2. Que bom que você gostou! Tenho estudado este assunto por muitos anos, refletindo, aí veio a necessidade de compartilhar! Grato, um abraço. Edu

  3. Marcia disse:

    Adorei o texto… lidamos com pessoas difíceis o tempo todo, eu até me considero uma, mas penso que não seja tão turrona e aceito até bem as críticas!

  4. Laudimiro Almeida Filho disse:

    Caro Edu, o texto revela que entre as idiossincrasias e a Paz existe um trajeto interior a ser percorrido que passa pela empatia e pela humildade. Bem legal isso! Mas, graças a Deus, “a única coisa imutável é que tudo muda”. Parabéns pela composição de tão boas idéias. Abração! Laudimiro.

    • Prezado Laudimiro, grato pela atenção. Pegando carona no que você disse… o tema da imutabilidade é muito instigante. Eu o tenho estudado vez ou outra refletindo sobre o assunto.

      “A vida vem em ondas como o mar” já disse o poeta. A toda descida, uma subida; a toda subida, uma descida. Enquanto isso, tentamos nos agarrar à nossa zona de conforto, esperando que nada mude tanto assim. E vemos a mudança em toda parte: na natureza, em nós, em nosso ser, em nossa psicologia, em nossos rostos. Tudo muda o tempo todo. Somente a mudança não muda. Isso mesmo amigo! Um grande abraço. Edu

  5. sergio condé disse:

    A parte difícil a ser influenciada é nossa. Aquilo em nós que resiste a transformação. O I Ching também pode ser lido no sentido de focar em nossas partes internas e então ele se torna uma manual de auto conhecimento com konow how pra o trabalho interior.

    Sergio Condé


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s