A Consciência

Há muitos anos atrás participei de uma reunião de um grupo gnóstico que foi marcante para mim. O instrutor disse-nos muitas coisas interessantes e, num determinado momento, quase ao fim de sua palestra, perguntou aos presentes: o que é a consciência? Ficamos paralisados por alguns instantes. Sentimos que a pergunta valia a pena.

Fui o primeiro a falar e disse àquela época que a  consciência era uma válvula seletora! Hoje acho graça na resposta. Expliquei que eu me referia à capacidade de escolher entre o bem e o mal, sendo a consciência aquilo que escolhe.

Ao consultarmos um dicionário de filosofia encontraremos para o verbete páginas de explicações. O conceito, por sua relevância, foi-se ampliando ao longo da tradição filosófica.

Hoje entendo que a consciência é a capacidade, não só de perceber de maneira mais clara o mundo à nossa volta, de perceber nossa essência, mas, principalmente, de viver nessa essência, sem que neuras, conflitos  e dúvidas obstruam e até mesmo destruam esse sonho de voar até às alturas.

Jung, o criador da psicologia analítica, disse que a vida nos direciona a um Self, a uma completude. Desejamos do fundo de nossa alma calar todos os medos e angústias e sermos plenos. Para que isso aconteça, segundo ele, é preciso percorrer um longo caminho: realizar em si, o processo de individuação.

Tenho pensado por esses dias na relação que possa existir entre a consciência e a respiração, afinal de contas o ato de respirar é inconsciente na maioria das pessoas. Mas, se a observamos, prestando atenção em sua atividade, percebemos que algo se modifica. Uma inesperada calma vem nos visitar por alguns momentos.

A Índia com suas práticas de yoga é pródiga em exercícios respiratórios, chamados por eles de pranayamas. O objetivo dessas práticas é absorver o prana, ou energia vital e assim clarear mais a consciência, iluminá-la.

Sigo a vida respirando, com a certeza cada vez crescente, de que muito pouco eu sei.

 Eduardo

09/01/12.

 Para saber mais sobre o processo de individuação:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Individua%C3%A7%C3%A3o

Anúncios

2 Comentários on “A Consciência”

  1. Nossa, profundo.
    Gostei da analise!
    Nos faz pensar….

  2. Lucas Augusto disse:

    Enquanto houver evolução, o conceito de consciência aproxima-se do infinito pleno. Muito lindo o texto!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s