Somos tão jovens

Kiss

“Não tenho medo do escuro.
mas deixe as luzes
acesas agora.
O que foi escondido
é  o que se escondeu.
E o que foi prometido
ninguém prometeu.
Nem foi tempo perdido…”

Nossas manhãs ainda estão cinza. Uma tragédia que jamais será esquecida. 27 de janeiro de 2013. Santa Maria chora a ausência de seus filhos. Um incêndio. Uma saída que não foi encontrada àquela hora. Celulares das vítimas que ainda tocavam. Mães e pais desesperados em busca de notícias. Uma réstia de vida em meio aos escombros. Ninguém atende. 235 vidas perdidas. Somos tão jovens.

Eles só queriam se divertir, mas a morte vem beijar-lhes a face.

Dura lição que aprenderemos com nossa dor. Ela falará sempre, que mais vale a vida que o dinheiro, a ignorância, o descaso.

Choramos, porque sabemos que os sonhos não envelhecem, se a estrada não é bruscamente interrompida. Choramos, porque ainda temos fé de que os feridos nos hospitais hão de se levantar para o abraço da existência. Vida que renasce e sorri ainda que marcada.

Clame Santa Maria por justiça, clame o Brasil, para que nunca mais tragédias como essa se repitam. Para que nossa juventude seja o retrato da esperança de novos dias.

Dedico essas palavras às vítimas de Santa Maria e a seus familiares.  

Eduardo.

31/01/13

Anúncios

5 Comentários on “Somos tão jovens”

  1. Marcia disse:

    Parabéns Edu pelo texto.
    Um assunto difícil de se falar e ainda muito recente para que as “pessoas competentes” se esqueçam dele e deixem de cumprir seus papéis de que é proteger as pessoas. Quantas vidas que se foram pelo simples descaso de quem as deveriam manter em segurança… quantas vidas perdidas numa noite que era de festa!

  2. Izabela Rocha Andrade disse:

    Lindo texto Edu. Nós, pais, sabemos exatamente o tamanho da dor de cada uma dessas famílias. Que Deus os conforte e que essa tragédia sirva para condenar, não só as pessoas envolvidas, mas todos nós, que muitas vezes burlamos as leis dos homens.

  3. Fernanda disse:

    Nossa…quando vi a história, foi justamente isso que me veio à mente: havia ali um adulto? As adolescências estão precisando encurtar. Responsabilidade é vida!

  4. mulherdefibra disse:

    Parabéns por expressar o que sentimos… coincidência… estava ouvindo esta música do Legião quando entrei no seu post… Somos tão jovens!

  5. Alessandra Xavier disse:

    Edu, você realmente surpreende. Quanta sensibilidade, quanta sutileza ao expressar tamanha tragédia! Realmente não podemos nos calar!!! São vidas… filhos… jovens! Somos pais e conseguimos imaginar o tamanho da dor.
    Um grande abraço para você.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s