Sua riqueza

maos pedindo
Ela chegou na porta do sacolão sorrindo. Poucas pessoas prestaram atenção à sua presença tão magra e abatida. Aparentava ser usuária de drogas. No entanto, duas coisas se destacavam em seu rosto: seus grandes olhos verdes e seu sorriso. Ela só queria umas moedas dos que ali passavam, enquanto falava em pé com uma das atendentes. O gerente a olhava de longe vez ou outra como se quisesse dizer: não …venha aqui pra dentro! Enquanto estive por ali, muitos a ignoravam, talvez por medo… Mas, eis que de repente, ela entrou com uma alegria na cara e com uma nota de cinco reais estendida entre as duas mãos. Aproximando-se de mim e de outras pessoas, disse em voz alta: Aqui ó, tá vendo?! O gerente fechou a cara na mesma hora ao que ela respondeu:  — Ah, neeem! Achamos graça de sua expressão!
A boa senhora que havia dado a ela aquela “fortuna” veio correndo e perguntou no meio do burburinho: — O que você vai fazer com esse dinheiro, minha filha?!
— Nada não, dona! Só vou comprar aqui! E completou ainda sorrindo, olhando bem para o gerente: — Me vende aí qualquer coisa! Toma!
A vivacidade do seu olhar, seu sorriso tão aberto resgatou nossa humanidade esquecida e por isso dedico a ela esse texto, desejando que sua alegria continue sendo sua riqueza.
Eduardo
10/12/13
Anúncios

One Comment on “Sua riqueza”

  1. Lucas Augusto disse:

    Estas pessoas vivem numa frequência diferente. Acho muito belo este olhar que você tem para elas, trazendo a compreensão do entendimento através do diálogo no olhar. Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s