Descascando o abacaxi

Abacaxi

Você, como eu, já comprou abacaxi com uma estranha sensação, um leve incômodo? Explico: é que uma hora ele terá de ser descascado! Por dias ele ficará encima da fruteira, até aparecer um corajoso com a faca na mão, disposto a desafiar sua resistência. Embaixo, suas mãos não serão capazes de segurá-lo firmemente, encima, suas folhas cheias de pequenos espinhos  farão você temê-lo de alguma forma. Mas, é preciso descascar o abacaxi. Ele pode esconder uma doçura inesquecível. Pode também combater dor de garganta, catarro.

É verdade que você gostaria que ele ficasse como uma maça lisinha, sem a casca, mas, quase sempre, ficarão uns potinhos pretos a lembrá-lo: abacaxi, que abacaxi!

Não é à toa que muita gente fez dele sinônimo de problema difícil de resolver. Com alguma coragem e fé você poderá usufruir de seu suprassumo! Você só precisa tentar.

Eduardo

10/09/13


Self

from the blog www.stuckincustoms.com

Tem gente que tá igualzinho a rádio velho: não tá nem ligando mais pra nada. São as pelejas da vida, o nadar contra a corrente, a navegação em mar bravio. A pessoa cansa e ainda tem muito mar pela frente…

Eu acredito sinceramente, como pensou o pesquisador suíço Carl Jung: somos empurrados em direção a um Self o tempo todo. O desejo de se auto-realizar, de ser feliz, de encontrar no meio de nossas contradições, a calma, a paz, a felicidade. De nos vermos frente a frente sem escapatórias, porém, sem também acharmos que não valemos nada.

Conhecer-se a si mesmo. Lutar com verdadeiras feras que moram dentro de nós: ira, gula, luxúria, nossos mesquinhos defeitos, nossos repetitivos hábitos. Lutar. Esse é o caminho do herói, daquele que não desiste, que renova suas forças a cada manhã.

Tem gente que vai perdendo o contato consigo mesmo, que desanima mais do que o necessário, que cai em depressão… Tantas pedradas, pauladas e nenhum travesseiro macio para encostar a cabeça. Ah, mas ele existe. Às vezes está tão perto… mas a pessoa prefere colocar a cabeça dura encima da pedra. Ela se esquece de amolecer o coração, de relaxar o pescoço, de dormir o sono dos anjos, de fugir das armadilhas do ego. Sim, somos fracos muitas vezes. Mas somos ainda mais fortes quando na guerra, algo quer nos derrubar.  À nossa espera, o caminho do herói que volta pra casa, que deixa para trás labirintos de incompreensões e incompletudes. É para isso que vivemos: para retornar à nossa velha casa, onde o jardim não ficou de todo abandonado. Onde um dia colheremos uma flor, reflexo de nossa alma.

Eduardo

12/12/12


Leve

Nem sempre é fácil viver a vida de uma maneira leve. Mas também, não é tão difícil quanto possa parecer. Tem gente que prefere fazer tempestade em copo d´água e ainda por cima beber. Tem gente que confunde as coisas, tem gente que não compreende e existem até os ignorantes. Entenda: os sem-educação.

Não é fácil viver em paz, mas também, não é difícil. De vez em quando precisamos dar férias para o espírito, esvaziar a cabeça de preocupações.

Poucos são aqueles que desejam e trabalham pela paz, um pequeno grande exército. Mas, como é torpedo pra todo lado, nem sempre eles aparecem de maneira bem visível. E o inimigo está fora. Como diz o ditado: a paz é a gente que faz. Muitos preferem suas guerras particulares.

Buscar uma conexão com nossa essência. Deixar de lado os “achismos” e ver por outro ângulo, sem blá, blá.

Não é fácil viver. Pode ser até perigoso. Por isso, cuide-se bem. E como disse o filósofo-poeta Nietzsche: o ego é a pele da alma. Gruda com força. Todas essas carapuças e carcaças que vestimos ou nos vestem, fazendo-nos senhores de opiniões furadas, versões incompletas sobre os outros, traduções do existir em idiomas muito pouco conhecidos. E aí, muitas vezes pensamos que ninguém nos entende, que a vida é só sofrimento e dor.

Pare de reclamar. Olhe para o dia. Você certamente encontrará mais poesia. Esqueça o pior e leve pra vida seu melhor. A vida tem cores.

Eduardo

04/11/12.


Autoconhecimento

Algumas pessoas são verdadeiros exemplos para as outras. São pessoas raras e inspiradoras. Suas qualidades são tão autoevidentes que mesmo em silêncio, elas têm algo a nos dizer e ensinar. Os gestos, a própria postura da pessoa perante a vida é reveladora de seu nível de ser.

Há uns anos atrás li em um livro: aquilo que trazemos em nosso interior atua como um imã a partir do exterior. Como se cada situação vivida fosse reflexo do que trazemos dentro. Perguntava o autor: o que atrairá o homem irado, o luxurioso, o invejoso? Para afirmar logo depois “o exterior é reflexo do interior”.

Também é certo que muitas pessoas podem como que involuir em certos estágios de sua vida, retornar a estados que a aprisionam ainda mais nas teias da ilusão. Já vi isso acontecer com alguns conhecidos, sem que eles mesmos se dessem conta disso. Ou seja, ela se tornou uma pessoa pior. Não posso dizer que esteja imune a isto. Outros, nem sequer aprendem com o exemplo.

Amadurecer, tornar-se responsável por cada ato é um longo caminho. É preciso humildade, auto observação. Ter a coragem como diz o I Ching, o oráculo chinês, de colocar os exércitos contra si mesmo.  Sem medo, sem escapatórias.

Eduardo

24/04/12 


Ciclo sem fim

“Desde o dia em que ao mundo chegamos, caminhamos no rumo do sol
Há mais coisas pra ver, mais que a imaginação
Muito mais que o tempo permitir…

E são tantos caminhos pra se seguir e lugares pra se descobrir…”

Ciclo sem fim. Rei Leão.  

Às vezes nos levamos tão a sério não é mesmo? Superestimamos algumas coisas nada a ver… viajamos na maionese, sem prancha! E as tempestades em copo d`água? Ainda por cima, mandamos pra dentro!

A imagem que temos de nós é algo tão importante, que a opinião alheia se torna um peso nas nossas costas. Porque será que somos assim tantas vezes, esquecendo-nos do nosso valor, da nossa dignidade, força e beleza?

Convenhamos a vida não é complicada, complexos é o que somos. E mesmo com tanto caos à volta, é de causar espanto que tantas coisas funcionem. Sim, o mundo funciona. E como disse o compositor: “o sol nasce pra todos, só não sabe quem não quer!”

Mas Eduardo, estamos caminhando pro fim…!

Não sou profeta, no máximo poeta, por isso não consigo ainda acreditar que estamos no fim da reta!

A Terra é redonda, nossa cabeça também, a vida um ciclo sem fim!

Eduardo

03/04/12

 

 


Simpatia

Sabe aquele vizinho com cara de poucos amigos que você cismou com ele? A recíproca é verdadeira. Um belo dia, na garagem, você se lembra que esqueceu o controle remoto do portão. Voltar no apartamento? Há visitas dormindo e a chance de acordá-las é enorme. Não, não, melhor esperar uma viva alma aparecer, digo, uma boa alma que abrirá o portão e sairá no mesmo horário que você. 

Segundos depois deste pensamento, quem aparece nesta inesquecível 2ª feira, logo cedo, tudo deserto? Isso mesmo, o bendito vizinho. Dos trinta e tantos apartamentos desceu ele e você não pode se atrasar hoje!

Com a maior cara de felicidade, (há momentos na vida em que rimos de nervoso), você abre o vidro do carro e pergunta:

_ Bom dia, será que você pode abrir o portão da garagem pra mim? É que…

_ Bom dia! Claro! 

Sinceramente, tamanha disponibilidade e simpatia é aquele tapa de luvas do destino!

Lembre-se…nem tudo está em nosso controle!

 Eduardo

29/03/12


Escrito nas estrelas

Como você, vivi histórias muito marcantes ao lado de pessoas que já se foram deste plano material… Tenho a nítida certeza de que, termos nos encontrado, estava escrito nas estrelas.

Essas pessoas continuam vivas em mim e o que deixaram no meu coração e em minha memória contribuiu enormemente para que eu seja quem sou.

Como num filme, relembro maravilhosos e bons momentos vividos. 

A todas elas, minha eterna gratidão!

Eduardo

27/03/12