Hora de dormir, tempo de acordar

Minha filha Clara tem quatro anos. Dorme quase todos os dias à mesma hora. Desde de que ela nasceu, fomos desligando pouco a pouco a televisão. Até hoje, por volta das 21:30, horário que em que ela já está de banho tomado e de barriguinha cheia, quase não há estímulos áudio-visuais em minha casa. Bem mais cedo a tv já está desligada ou, nem foi ligada, na maioria das vezes. Procuramos brincar juntos sempre que possível e ao final do dia, contar histórias para ela. É verdade que já houve momentos à noite, em que a deixamos assistindo a algum desenho animado. O resultado, quase sempre, foi uma hiperestimulação, interferindo de maneira considerável no seu sono.

Segundo a Antroposofia, ciência criada pelo filósofo austríaco, Rudolf Steiner, as crianças têm uma capacidade incrível de participar dos ritmos da natureza, por isso, normalmente são mais saudáveis e têm mais vitalidade que os adultos. Atualmente, vivemos em uma época em que se brinca muito menos, sobretudo ao ar livre. É comum, em milhões de lares, as crianças passarem horas na frente do computador. Quase como um imã, elas são atraídas por uma tela que pisca sem cessar. Na minha percepção e de importantes especialistas, perde-se muito com isso, justamente porque, estamos deixando de dar a elas a oportunidade de serem crianças, de se movimentarem, de utilizarem seu corpo como extensão do próprio mundo. Nesse sentido, as brincadeiras de roda do passado, as contações de histórias eram e são qualitativamente melhores como elementos de formação para uma pedagogia mais ampla e certamente, menos restritiva e repetitiva.

Devemos dar às nossas crianças, não somente uma boa alimentação farta em frutas, legumes, sementes, água, ar puro; como também e, principalmente, o alimento espiritual da atenção, do cuidado e entender que o mundo para elas é um imenso campo de descobertas e possibilidades.

Nessa cultura tão extrovertida desses dias atuais, faremos bem em cultivarmos nas crianças, pausas e movimentos, de preferência, longe de computadores e televisores. Hora de dormir é hora de dormir, porque sempre haverá o tempo de acordar!

Dedico esse texto a todos os meus amigos da Antroposofia que tanto têm batalhado para que esta ciência chegue cada vez mais aos currículos escolares, lançando uma nova luz sobre o instigante fenômeno humano em sua formação.

Para saber mais, acesse: http://www.sab.org.br/antrop

Eduardo Augusto

24/10/11.

22:30

Anúncios

7 Comentários on “Hora de dormir, tempo de acordar”

  1. Ivan de Souza disse:

    Um lúcido, esclarecedor texto, meu amigo Eduardo Augusto, que, com sua descrição saborosa e inteligente, flui um rio de informações credibilizadas por suas práticas e experimentos de primeira linha, pensador e filósofo que é! Vou, sim, compartilhar estas ideias ‘antigas’, arejadas por sua valiosa brisa emanada do coração de pai amoroso. Grato, aí, meu bom amigo! Beijos pra Clarinha!

    • Prezados amigos, grato por acompanharem estas reflexões! Como tantas vezes já conversamos, a utilização da TV e das novas mídias são um tema sobre o qual reflito há mais de uma década e sempre é uma oportunidade boa dialogar com os amigos e pessoas que se interessam pelo assunto!

      Grande abraço,

      Eduardo

  2. Lucas Augusto disse:

    Excelentes observações feitas no tempo propício. O verdadeiro educador é aquele que traz reflexão e ação, elucidando o que há de melhor no homem e lapidando as atitudes. Mais uma vez, meu caro amigo Eduardo, nos brinda com sua visão profunda e acessível ao leitor, trazendo predicados essenciais para todos nós que aprendemos com a linda arte de ensinar. Abraços, Lucas.

  3. Érica disse:

    Muito boa a reflexão, devia ir para as bancas nacionais em alguma revista como Veja ou Isto é e quem sabe tocar nos corações de mais pais que ainda insistem em deixar seus filhotes na frente da TV o dia inteiro e nunca dedicar-se a brincar com elas.

    O brincar entre pais e filhos é fundamental pra boa formação dos valores éticos e morais que sustentam a felicidade e a alegria de viver, aumenta a auto estima e faz bem, não só a elas, como pra família como um todo. “Deixa de dormir na frente da tela e acorda pra vida povo!” Brincar é coisa séria, sérissima!
    Ab Érica
    Arte Educadora Recreacionista”

  4. Julcéia M. dos Santos disse:

    Amei… Tudo de bom… Vale a pena por em prática…

  5. Sandra Melo disse:

    É isso Eduardo. O ritmo é fundamental na vida saudável da criança e com ele, elas se tornam seres mais seguros, tranquilos e serenos. Tesouros da natureza (pedras, conchas, sementes) terra, água, areia, árvores, rodas, cantigas, histórias, ar livre, poesia, estimulam a imaginação, a descoberta de movimentos, musicalidade, etc. A partir do interior da criança, a fantasia criativa transforma o mundo conforme suas necessidades interiores.Tudo se transforma… e para isso o adulto deveria levar muito a sério esse brincar e enriquecer a vida interior da criança, proporcionando-lhe novos conteúdos, alimentos e oportunidades; propiciar um rico mundo a ser imitado, tanto das coisas exteriores como internas.
    Quando a criança brinca ela aprende algo que ninguém pode ensiná-la. É algo sagrado.
    É liberdade, confiança, amor ao que faz, sentir-se VIVO.

    “O homem brinca
    somente quando é homem
    no pleno sentido da palavra
    e só é homem pleno
    quando brinca”.
    Schiller

  6. Simone Marra disse:

    Olá Eduardo, Sua experiência como pai, observação e reflexões vem a contribuir com todos os que tem amor pelas crianças e amam educá-las, consequentemente. Como professora de crianças uma vida toda, sinto-me preocupada com os comportamentos de jovens, crianças e adultos em relação a maneira virtual de “gastar o tempo”, precioso tempo de nossas vidas! É isso aí. Procurar uma maneira simples de ser é imprescindível. Não podemos deixar de viver o tempo e tudo a nossa volta Grata pela sua contribuição. Abraço. Simone Marra.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s